Conselho Diocesano da RCC Santos se reúne em Assembleia

Conselho Diocesano da RCC Santos se reúne em Assembleia
Por Thiago Anjos
No fim de semana dos dias 03 e 04 de dezembro de 2016, na paróquia São Jorge Mártir em Santos/SP, o Conselho Diocesano da Renovação Carismática Católica esteve reunido em Assembleia Extraordinária para orar, discutir e deliberar sobre importantes temas do movimento, além de receber os direcionamentos para o ano de 2017, ano em que a RCC celebra o Jubileu de Ouro – 50 anos de existência – no seio da Igreja.
Sábado
A oração da manhã foi conduzida pela Nadir, membro do núcleo diocesano do ministério por Cura e Libertação, e pela Alexandra, assessora da cidade de Praia Grande. Iniciou-se com um grande momento de espiritualidade mariana, seguido por um grande louvor e orações de desprendimento e abertura ao novo que Deus havia preparado para aquela assembleia.
A primeira colocação foi feita pelo secretário geral para o ciclo 2017-18, Thiago Anjos, que abordou o tema “Estrutura de Gestão do Grupo de Oração”, onde após uma introdução sobre a missão, visão e identidade evangelizadora da RCC e as instâncias/estruturas do movimento (nacional, estadual e diocesana), explicou em detalhes as funções e responsabilidades práticas do núcleo de direção do grupo de oração, formado pelo coordenador (a), secretário (a) geral e tesoureiro (a). Também enfatizou a importância do “Administrar no Espirito”, um dos pilares do movimento para 2017, fazendo memória à exortação do apóstolo Paulo aos Coríntios: “Que os homens nos considerem, pois, como simples operários de Cristo e administradores dos mistérios de Deus. Ora, o que se exige dos administradores é que sejam fiéis.” (I Coríntios 4, 1-2).
A manhã do sábado foi encerrada com a celebração da Santa Missa, presidida pelo assistente eclesiástico da RCC Santos, Pe Silvio. Durante a homilia, exortou a todos sobre a importância da vida carismática autêntica, uma vida de oração e busca de santidade. Também exortou o Conselho sobre o zelo e comunhão da RCC com toda a Igreja, dando orientações práticas sobre como o grupo de oração deve interagir com as atividades paroquiais bem como seus respectivos coordenadores devem comunicar-se com os párocos sobre as atividades do grupo de oração e do movimento.
Após o almoço, a presidente do Conselho Diocesano, Eliane Alves, apresentou os “Direcionamentos da RCC para o ano de 2017” iniciando com a reflexão de “que não se deve apenas pensar na festa dos 50 anos, mas olhar para o futuro, respondendo a uma pergunta: Qual é a nossa missão para os próximos 50 anos?”. Exortou que é necessário “Voltar ao Primeiro Amor! Voltar à Nazaré!”, que neste ano jubilar é “necessário dar atenção aos grupos de oração, assim como, realizar autênticos seminários de vida no Espirito, autênticas Experiências de Oração, autênticos Aprofundamentos de Dons”.
Ainda sobre os direcionamentos, foram apresentados os “4 pilares da RCC SP para 2017”, que são: Unidade (ser um só serviço, ecumenismo), Grupo de Oração (louvor, pastoreio, palavra de Deus, batismo no Espirito Santo, uso dos carismas, intimidade com Deus), Santidade (caminho de oração, vida no Espirito) e Administrar no Espirito (secretariado, financeiro, jurídico, planejamento). Foi pontuado fortemente sobre a importância do “resgate do louvor autêntico nos grupos de oração”, utilizando a palavra de Deus, estimulando a assembleia a orar e não aguardar somente pelo dirigente do grupo de oração. Naquele momento, foi feita uma dinâmica de oração com todo o Conselho, convidando a assembleia a viver uma experiência autêntica de louvor. Entre outras exortações, instruiu também sobre o pastoreio dos membros do movimento, enfatizando que é necessário “sentir o cheiro da ovelha” e não apenas utilizar-se dos meios de comunicação virtual para acompanhar a caminhada dos irmãos. Concluiu, afirmando que “é hora de fortalecer os grupos de oração e que precisamos dar uma resposta a Deus, que nos pergunta “……, tu me amas?””
Na última colocação do dia, a coordenadora diocesana do Ministério de Formação, Maria Cacilda, exortou os conselheiros sobre a importância do planejamento das atividades do grupo de oração em unidade com a RCC em todas as suas instâncias. Também focou a necessidade de seguir fielmente às moções e direcionamentos da RCC, destacando que cada grupo de oração deve ter como objetivo realizar os encontros que fazem parte da formação inicial básica do movimento (Seminário de vida no Espirito, Experiência de Oração e Aprofundamento de Dons), além de reiterar que “os encontros precisam ser resgatados em sua essência e realizados com qualidade, para o crescimento espiritual e humano dos membros do grupo e do movimento. ”
Domingo
A oração da manhã foi conduzida pelo João Pedro, coordenador diocesano do ministério de Intercessão, e pelo Marquinhos, assessor da cidade de Bertioga. Foi dirigido um grande clamor pelo Batismo no Espirito Santo. Tendas de oração foram formadas, onde todos oraram por todos, num grande momento de reavivamento espiritual.
A primeira colocação foi ministrada por Moisés Galan, membro do núcleo estadual da RCC, que apresentou o “Projeto Fidelidade” a todos os conselheiros. Além da motivação espiritual, explicou as vantagens e benefícios de adesão ao projeto, tanto para diocese como para cada portador, que terá descontos nos encontros promovidos pela RCC SP/Diocese e nos mais variados serviços prestados pelos parceiros/empresas cadastradas no programa.
Na sequência, deu-se início as discussões sobre a criação do Estatuto e Associação da RCC Santos. A presidente do Conselho, Eliane Alves, partilhou com os conselheiros sobre a reunião realizada com o bispo diocesano Dom Tarcísio Scaramussa, que após ter ouvido todas as explicações e motivos para o pleito, prontamente aprovou e abençoou os trabalhos. Na sequência, o secretário geral, Thiago Anjos, fez uma explanação geral sobre a diferença entre Regimento e Estatuto, sobre os diferentes setores da economia, incluindo o advento do marco regulatório do Terceiro Setor (Lei 13204/15) bem como a instrução normativa da Receita Federal (IN 1571/15) que entrará em vigor em 2017, subsídios importantes para pontuar os principais riscos, fatores e benefícios que motivaram a RCC Santos avançar sobre o tema. Em seguida, procedeu-se à leitura completa do Estatuto para apreciação e aprovação do Conselho. Após dirimida todas as dúvidas e realizado pequenos ajustes, os conselheiros aprovaram a criação do Estatuto e Associação da RCC Santos por unanimidade.
Após o almoço, o tesoureiro da RCC Santos, Paulo Cruz, apresentou aos conselheiros a prestação de contas financeira do movimento, mostrando o resultado dos encontros e das atividades da RCC no primeiro semestre de 2016. Também apresentou o relatório de contribuições mensais dos grupos de oração da RCC Santos, onde foi constatado que menos de 10% dos grupos estão contribuindo fielmente. Tomando a palavra, Thiago Anjos exortou a assembleia sobre a necessidade da fidelidade na contribuição, para que os trabalhos de evangelização tenham o mínimo de recursos para se sustentarem, além de relembrar que o valor de R$ 20,00 mensais não era reajustado há mais de 10 anos. Encerrando o tema, a presidente do Conselho, Eliane Alves, pediu fidelidade aos conselheiros a este compromisso com a obra, e também sugeriu o reajuste da contribuição, que ao final das discussões, foi estipulado em R$ 30,00 por mês por grupo de oração, reajuste aprovado pelos conselheiros por unanimidade.
Também na mesma assembleia, o secretário geral, Thiago Anjos, apresentou proposta de dois novos projetos para 2017: o “Censo RCC Santos 2017”, que é um levantamento de dados e informações sobre os grupos de oração e membros do movimento com o objetivo de analisar e avaliar a caminhada da RCC Santos, para que sob a luz do Espirito, sejam traçados planos de ação mais assertivos e aderentes à realidade. O segundo projeto apresentado foi o “CD RCC SANTOS”, uma produção musical com composições dos artistas dos grupos de oração da diocese, com o propósito de promover a evangelização através da arte e ofertar ação de graças pelos 50 anos da RCC. Ambos projetos foram aprovados pelos conselheiros por unanimidade e uma comissão de trabalho para cada projeto foi designada para início imediato dos trabalhos.
Ao final da assembleia, a presidente do conselho, Eliane Alves, apresentou aos conselheiros o calendário Diocesano da RCC 2017 com todas as atividades e encontros das instâncias nacional, estadual e diocesana e convocou toda a RCC Santos a caminhar em unidade rumo à grande festa do Ano Jubilar.
Também durante os dois dias de assembleia, os coordenadores diocesanos de Ministérios de Serviço da RCC Santos partilharam sobre os trabalhos realizados pelos ministérios na diocese durante o ano de 2016 e os desafios para o próximo ciclo. A assembleia diocesana encerrou-se com a Santa Missa presidida pelo bispo emérito Dom Jacir Francisco Braido, que abençoou os trabalhos e enviou a RCC em missão.

O calendário Diocesano da RCC Santos poderá ser acessado AQUI.

Posts relacionados

Leave a Comment