Em reunião, Articuladores recebem orientações sobre Projeto Fidelidade

No último sábado (25/06), os Articuladores da RCC de São Paulo reuniram-se na sede da Comunidade Presença, em São José do Rio Pardo (SP), juntamente com a presidente do Conselho Estadual, Lucimar Maziero e, o secretário-geral, Marcelo Marangon. Estiveram presentes também os articuladores das 38 dioceses do Estado para o Projeto Fidelidade e o Dia Consagrado pela Missão. No encontro, Lucimar e Marcelo entregaram os boletos fidelidade e deram início ao Dia Consagrado com a entrega dos materiais de divulgação.

Projeto Fidelidade

IMG_5608
Panfleto de divulgação do Projeto Fidelidade

O Projeto Fidelidade, segundo Marcelo, veio em substituição aos onze projetos que o Estado tinha em andamento. Desde 2011, com a aprovação do Conselho, os membros da Renovação Carismática de São Paulo contribuem por meio de um único boleto, o boleto fidelidade. “Os coordenadores saem hoje com a missão de entregar aos seus grupos de oração estes boletos que são também um gesto de partilha entre irmãos. Com ele, contribuímos com a nacional, o Estado e com a diocese em que atuamos”, explica o secretário.

Oficialmente ficou instituído o mês de novembro, como o mês de arrecadação. Contudo, é possível contribuir a partir de julho até o dia 30 de novembro deste ano. Dos R$ 150 arrecadados em cada grupo, R$ 45 retornam para a Diocese do grupo de oração; R$ 50 vão para o Escritório Nacional; R$ 50 para o Escritório Estadual e R$ 5 no custeio de tarifas bancárias do boleto.

Dia Consagrado pela Missão

IMG_5615
Lucimar fala da ação Dia Consagrado pela Missão

Conforme Marcelo, o Dia Consagrado pela Missão é uma ação dedicada, ou seja, em que os recursos são 100% revertidos para as missões da RCC. A campanha consiste em consagrar um dia de trabalho para as missões – informa ele –, por meio de jejum/mortificação, orações pelos missionários e um gesto concreto, que nada mais é que uma contribuição.

“Para facilitar a campanha, dividimos as dioceses do Estado em três grupos. E a campanha para cada uma, será realizada em dois meses, no primeiro com ações de conscientização sobre a missão de todo batizado, por meio de pregações e vídeos nos grupos de oração e, em um segundo momento, com a oração e o gesto concreto através do depósito do valor referente à um dia de trabalho no dia especificado para cada diocese”, detalha Lucimar.

Simplificando, uma pessoa que recebe um salário mínimo (R$ 880/mês) poderá contribuir com um depósito de R$ 29,33. Para calcular o valor a ser depositado, basta dividir o valor bruto do salário mensal por 30 (número de dias trabalhados).

A campanha abrange os meses de julho a setembro e tem como objetivo enviar recursos para a missão da RCC Brasil na Ilha do Marajó (PA) e as missões da RCC SP, Jesus no Litoral (MJ/RCC-SP) e Missão Melgaço (PA).

Posts relacionados

Leave a Comment