Formando Pérolas III: Maria Cristina fala do sofrimento causado pelas dores emocionais

“Quando não estamos bem, por falta de afetos e atenção, o que é desencadeado na alma é visível no meu exterior. O meu exterior revela o meu interior”, afirma Maria Cristina Marangon na primeira pregação nesta manhã de sábado (5/11). A 3ª edição do Formando Pérolas do Estado de São Paulo acontece na Casa de Retiros Sagrada Família, em Salto de Pirapora (SP). O encontro estadual é ministrado por Maria Cristina e pela coordenadora estadual do Ministério de Oração por Cura e Libertação, Rita de Cássia Vieira de Camargo.

_mg_5462Para exemplificar as dores emocionais das mulheres, Maria Cristina conta a história da rainha de Sabá (II Crônicas 9, 1). “Ela tinha coisas obscuras em seu coração. Acredito que essa rainha não era feliz, porque ela ouviu falar do Rei Salomão e foi até ele buscar a grande sabedoria que esse homem tinha e que ganhou fama. Ela tinha tudo, autoridade e governo, mas não tinha sobre ela a presença do Espírito Santo”, explica a pregadora.

A palavra revela – segundo Cristina – que esta rainha quis impressionar Salomão com suas posses, e assim como ela, “temos dores emocionais que tentamos mascarar com coisas, penduricalhos, roupas, cosméticos, mas nada disso lhe traz alegria, porque a alegria verdadeira só vem do Espírito Santo. Esse querer impressionar revela o MEDO que há dentro de você”.

A pregadora ressalta que o “Espírito Santo trabalha na mente que está paralítica, paralisada pelo medo e pelas dores emocionais, nesse cativeiro psicológico e espiritual, mas para sair dessa dor que paralisa, é necessário passar por outra dor, mas uma dor que liberta. Escolha a dor certa, mulher!”. Conforme ela, é através do conhecimento, da revelação dessas dores, “que você resistirá ao diabo, às paixões, com sua vontade e seu livre arbítrio, com o Espírito Santo em suas atitudes e o inimigo vai fugir de você”.

_mg_5182Ainda na palavra, Cristina destaca no segundo livro das Crônicas (II Cron 9, 1c) a passagem que diz que “quando da sua visita a Salomão, expôs-lhe tudo o que tinha no coração”.  Nesta passagem, ela explicita que a rainha de Sabá expôs tudo ao rei Salomão, “porque ela sentiu-se amada por esse homem, e como ela, devemos expor tudo a Nosso Senhor para que possamos ser curadas e libertas destas dores, porque é o amor que me fará expor a dor”.

Ao fim da pregação, Rita de Cássia conduziu momento de oração por cura e pelo senhorio de Jesus em suas vidas. Em uma visão, a coordenadora disse às mulheres que o Espírito revelava “todas nós como rainhas de Sabá e Ele nos dá uma ordem: saiam de seus ‘tronos’ e deixem Eu, o Senhor, sentar-me nele”.

Posts relacionados

One Thought to “Formando Pérolas III: Maria Cristina fala do sofrimento causado pelas dores emocionais”

  1. arlete garcia da silva

    Tenho certeza que foi uma bencao, Senhor dai;nos coragem para entregar a Ti todas as nossas dores.

Leave a Comment