Lucimar aponta direcionamentos para a RCC em 2017

“A palavra profética que pesa sobre nós é “Vida longa aos carismáticos!” (Papa João Paulo II)”, afirmou a presidente do Conselho Estadual da RCC São Paulo, Lucimar Maziero, aos conselheiros neste fim de semana, em São José dos Campos (SP). Reunidos na última Assembleia Estadual deste ano, os membros receberam da presidente os direcionamentos para o movimento no ano de 2017. Para Lucimar, “celebrar o Jubileu de Ouro de nossa história não é somente fazer festa, é olhar para si mesmo e se perguntar: qual a missão para os próximos 50 anos?”.

Diante desta questão, a presidente conduziu os conselheiros a vislumbrar o operar do Espírito neste período. “Para 2017, o Conselho Nacional em escuta profética discerniu que é necessário voltar-se para o Grupo de Oração. Na escuta, conta ela, o Senhor pediu “RCC, volta o teu olhar para Nazaré”, ou seja, “volta ao primeiro amor”, à “sala do cenáculo”. Por isso neste tempo, vamos trabalhar a presença e operar do Espírito e a presença de Nossa Senhora a partir do grupo de oração. Precisamos reorganizar os grupos para fazer essa potência chegar aos servos realizando autênticas Experiências de Oração e autênticos Seminários de Vida no Espírito Santo”, afirma.

Para viver este tempo de fortalecimento do Grupo de Oração, a missão evangelizadora do movimento atuará sobre quatro pilares: Unidade, Grupo de Oração, Santidade e Administrar no Espírito, destaca Lucimar.

Unidade. O pilar da Unidade está dividido em dois aspectos. “O primeiro refere-se a um desafio proposto pelo Papa Francisco: a RCC e as novas comunidades tornarem-se ‘Um Só Serviço’. Cada qual com suas características, mas vivendo a fraternidade, amor e o perdão, graças de ambas as partes”, pontua. O segundo aspecto é o “Ecumenismo Espiritual” – também motivado pelo Santo Padre. Para isso, a presidente criou uma comissão liderada por Huanderson Silva Leite (Comunidade Ruah Adonai).

Grupo de Oração. Os cinco eixos deste pilar são: Louvor; Pastoreio; Leitura da Palavra; Batismo no Espírito Santo  e Uso dos Carismas e, Intimidade que gera Santidade. De acordo a presidente, “precisamos retomar o louvor, não como animação, mas a oração de louvor em nossos grupos; Já o pastoreio precisa ser um efetivo gesto de amor, amar e conhecer o cheiro das ovelhas; No terceiro eixo, vamos devolver ao Filho de Deus a voz da Palavra, o desafio é que cada participante do grupo tenha a bíblia nas mãos em nossas reuniões; E para termos verdadeiros batizados no Espírito Santo, necessitamos de autênticos Seminários de Vida e de Aprofundamentos de Dons para que possamos viver a santidade; E por último, motivar a oração pessoal e a intimidade com Deus para que com a ação do Espírito Santo possamos ter uma vida de santidade”.

Santidade. Caminho de Oração e Vida no Espírito são os pontos principais deste pilar. Contudo, “sem o batismo no Espírito Santo não há como ter conversão e vida de santidade”, adverte Lucimar afirmando que, “o caminho de santidade nos fazer vivermos um caminho de santidade. Precisamos levantar verdadeiros santos”. Disse Monsenhor Jonas Abib para as lideranças da RCC Brasil no Encontro Nacional de Formação: “nossos grupos precisam ser fábricas de santos”.

Administrar no Espírito. Sob os eixos Secretariado, Financeiro, Jurídico e Planejamento, a RCC São Paulo continuará com esse direcionamento no próximo ano. Em 2015, foi realizado um encontro com este propósito para todos os secretários e funcionários de escritórios da Renovação no Estado. A partir dele, formamos o Secretariado e agora, precisamos dar sequência neste projeto. Para dar continuidade a este trabalho existirão duas frentes: uma é o lançamento do livro “Administrar no Espírito” para quem fez o encontro e quer possuir o conteúdo e estudar em casa; a outra são aulas online no formato de ensino à distância (Ead) por meio do projeto de formação “Entre Irmãos”.

Posts relacionados

One Thought to “Lucimar aponta direcionamentos para a RCC em 2017”

  1. Luis Henrique Theodoro

    voltar ao primeiro amor e tudo que nos precisamos lembrar e viver o dia em que chegamos no grupo de oração como indigente ali ganhamos nome e sobrenome experimentamos o amor de Deus adquirimos identidades.

Leave a Comment