Ministério de Música e Artes busca “resgatar a essência do verdadeiro louvor”

Entre os dias 17 e 19 de março aconteceu, em Aparecida (SP), o Encontro Estadual de Lideranças da Renovação Carismática Católica de São Paulo. No sábado (18/03), os ministérios se reuniram em seus workshops. Para o Ministério de Música e Artes de São Paulo o objetivo das formações foi “resgatar a essência do verdadeiro louvor”, como orientou a coordenadora nacional do Ministério, Roberta Castro, durante o Encontro Nacional de Formação 2017. Em torno de 600 artistas do estado participaram das formações. Segundo o coordenador estadual do Ministério, Evandir Izaías de Andrade, o workshop iniciou com um louvor a partir da passagem do Segundo Livro de Crônicas (capítulo 5, versículo 13) “reconhecendo o grande autor da arte e devolvendo-Lhe a devida glória”.

“Voltai ao primeiro amor” foi o tema da primeira formação ministrada por Danielle Prado, membro do núcleo estadual do Ministério e artista da Diocese de Bauru. Ela levou os artistas a refletir sobre suas quedas e aonde se afastaram e, uma vez reconhecendo, retornar com amor e desejo ao encontro do Senhor. “Muito mais do que apresentar a arte, precisamos entregar nosso coração ao Senhor, pois o objeto de desejo do coração de Deus é o nosso coração e não, a arte de desempenho”, frisou.

17424657_1504166492928051_7516041496608742587_nNa sequência, a segunda formação abordou o “Resgate do verdadeiro louvor”, deixando que Deus faça o novo naquilo que sabemos fazer. A reflexão de Evandir fez com que os artistas entendessem que “o seu chamado a este movimento é verticalizar o louvor, estar com o coração aberto ao louvor e conduzir os irmãos a esta experiência”. Ele enfatizou que “não estamos no grupo de oração para fazer a nossa vontade ou, simplesmente para cantar, mas para levar as pessoas à experiência do verdadeiro louvor, a enaltecer e glorificar a Deus. Pois, quando a glória do Senhor se manifestar verdadeiramente nos artistas, todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é Senhor”.

De acordo com Evandir, “o organismo que legitima o nosso chamado é o grupo de oração, portanto, temos por incumbência, a responsabilidade de dar nossa contribuição verdadeira de amor, exercendo com legitimidade o chamado a ser “Agentes de louvor””.

Após as formações, os assessores estaduais do Ministério, o casal Carla e Everton falaram sobre o papel do assessor no Ministério de Música e Artes. Eles destacaram a importância da atuação do assessor e a necessidade de total unidade com o Ministério de Comunicação das instâncias nacional, estadual e diocesana. A assessoria das expressões de Dança e Teatro, Bianca Louize Saulin, direcionou também os trabalhos do próximo biênio e ressaltou a importância da missão acontecer de forma concreta e ativa nas dioceses, verdadeiro solo sagrado.

Ao finalizar as atividades, Evandir orientou os artistas sobre a realização da Oficina de Louvor. O discernimento desta oficina foi realizado junto à coordenação nacional do Ministério, conforme ele, e tem por finalidade resgatar a essência do verdadeiro louvor, exercendo com propriedade e legitimidade o chamado no Grupo de Oração – lugar de oração, encontro com Jesus e batismo no Espírito Santo.

Posts relacionados

Leave a Comment