Missionários surpreendem banhistas de São Vicente com serenatas

15800388_1302422689795943_6766136261181234748_o

Os missionários da oitava edição da Missão Jesus no Litoral prepararam músicas querigmáticas, em forma de serenata e surpreenderam sob os guarda-sóis da praia de Itararé, em São Vicente (SP). A ação aconteceu no último dia 30, quinto dia de missão. Com emoção, os banhistas foram profundamente tocados por acordes e versos declamando o amor de Deus: "[…] eu sei que o amor que o Senhor tem por mim é muito mais que o meu, sou gota derramada no mar" (trecho da música "Abraço de Pai").

15732160_1302419066462972_482102823078811011_o“Realmente pude ver o agir de Deus na vida daquelas pessoas. Esta serenata foi feita de uma outra forma, ao invés de usarmos apenas o falar, a música pôde tocar o coração das pessoas. Fomos em vários guarda-sóis e praticamente todos se emocionaram por terem realmente se sentido amados por Deus, por receberem uma serenata, ouvindo mesmo a voz d'Ele e o Seu carinho por meio dos missionários. Foi uma experiência incrível e é sempre bom a gente levar esse amor de todas as formas possíveis.”, testemunhou Lucas Petersen, 25 anos, missionário da diocese de Santo Amaro (SP). Lucas participa da missão pela quarta vez.

15777102_1302425866462292_2303300959622952120_oJá a missionária Juliana Thomazini da Arquidiocese de São Paulo, que vive a missão pela primeira vez, afirmou que “a serenata está sendo uma das melhores partes da missão porque a gente vê como algo tão simples como cantar uma música para alguém, principalmente quando fala do amor de Deus por nós, pode tocar tão profundamente. Vi aquelas pessoas se emocionarem com palavras simples, muitas vezes sentindo o carinho pelas nossas vozes, cantando aquelas músicas para eles. Está sendo uma experiência muito boa vê-las realmente sendo acolhidas pelo amor de Deus. […] Teve uma moça que pediu oração para a irmã dela, mas neste dia não estávamos fazendo oração, somente as serenatas. Nós chegamos até ela e começamos a cantar, ela foi se emocionando, sendo tocada e no final os três, ela, sua irmã e seu marido, se emocionaram e sorriram muito. Muitas vezes chegamos aos guarda-sóis e os veranistas estavam abatidos, tristes e nós cantando simples músicas mas que mostravam o amor de Deus por eles trouxeram o sorriso de volta.[…] Quando eu acho difícil a missão, que eu não consigo por conta do calor e das adversidades, lembro e peço a Deus para que tenhamos um coração de discípulo".

Texto e fotos: Assessoria Estadual do Ministério Jovem de São Paulo

Posts Relacionados

Deixe seu Comentário