Nas areias da praia, sentinelas em missão declaram senhorio de Jesus

Tradicional na missão, o último dia do Jesus no Litoral é dia de se despedir da cidade. Logo após a missa de encerramento no QG “Casa de Maria”, os missionários caminharam até a praia do Indaiá para o último Arrastão Missionário. Com muita alegria, os missionários entoaram o hino da missão e anunciaram o querigma, pela última vez, aos banhistas.

Diferente da primeira vez em que as pessoas apenas admiravam os jovens cantando, muitos dos banhistas batiam palmas e até acompanharam o arrastão, alguns cantarolando e dançando o hino, outros com os celulares em punho, eternizaram o sorriso de todos.

Como forma de agradecimento ao povo daquela terra, o coordenador estadual do Ministério Jovem, Adriano Gonçalves, convocou os missionários a rezar. Naquelas areias, diante dos banhistas e do céu que se abriu, os missionários declararam Caraguatatuba como terra de Nosso Senhor Jesus Cristo. Com as mãos erguidas clamaram o batismo no Espírito Santo e profetizaram ali “uma fábrica de santos” a partir daquele local. Alguns banhistas se uniram as orações dos missionários e, em trajes de banho mesmo, olharam para o céu.

Gustavo, coordenador da RCC Caraguatatuba e Lane, do MJ-Caraguatatuba

Com a cruz cravada na areia, os missionários se despediram da missão agradecendo a Deus pela oportunidade de evangelizar e pelos corações abertos que encontraram ao longo dos onze dias de atividades.

De volta ao QG, na despedida da articulação, o coordenador diocesano de Caraguatatuba, Gustavo Prado, agradeceu à organização e motivou os missionários a seguir com a missão. “Esta missão não pode acabar com o fim do Jesus no Litoral, ela precisa continuar em suas dioceses. Que vocês [missionários] possam testemunhar a seus coordenadores diocesanos e em seus grupos de oração tudo o que a missão realizou e o que ela mudou em suas vidas”, incentivou.

Texto e Fotos: Assessoria JNL/MJ-SP

Posts Relacionados

Deixe seu Comentário