Vigília Juventude em Chamas reúne jovens nesta terça (30)

A Renovação Carismática Católica de São Paulo, por meio do Ministério Jovem (MJ), reúne nesta terça-feira (30/04) jovens de todo estado para a Vigília “Juventude em Chamas”. A vigília acontecerá simultaneamente nas 42 dioceses do estado, com exceção de Caraguatatuba onde o evento será realizado no segundo semestre deste ano. O evento é aberto ao público, como também a membros de expressões juvenis de outras pastorais e movimentos. O tema central desta edição está no Evangelho de Lucas, capítulo 1, versículo 38, que diz “Faça-se em mim segundo a Tua Palavra (Lc 1,38)”.

Grande parte das dioceses deve iniciar a vigília por volta das 22h desta terça e término previsto para as 6h do dia 1º de maio. Conforme o Ministério Jovem de São Paulo, a Vigília Juventude em Chamas tem como objetivo clamar pelo batismo no Espírito Santo (BES) sobre toda a juventude de nosso estado. Com momentos para adoração, louvor, pregação da Palavra e batismo no Espírito Santo, o Ministério tem como meta propagar o amor incondicional do Pai, promover o BES e levar os jovens a uma vida fraterna em comunidade.

História da Vigília

A moção para a Vigília “Juventude em Chamas” nasceu no estado de São Paulo em 2011, à época com o nome de “Dia D”, um dia de mobilização de oração com toda a juventude paulista. Naquele ano, o então coordenador estadual do MJ-SP, Fernando Gomes, convocara as dioceses a vivenciar a unidade por meio do dia de oração em homenagem ao Papa João Paulo II. Naquela ocasião, as atividades foram realizadas no dia 1 de maio, dia da beatificação de São João Paulo II.

Adriano Gonçalves, então coordenador do MJ da Diocese de Jundiaí, no ano seguinte, sentiu o desejo de transformar o Dia D em uma vigília diocesana. E a adesão foi surpreendente, conforme ele.  Adriano lembra que, na ocasião, um dos versículos proferidos foi a passagem do livro do profeta Ezequiel (cap. 37, vers, 10), que diz: “Proferi o oráculo que ele me havia ditado, e daí a pouco o espírito penetrou neles. Retornando à vida, eles se levantaram sobre seus pés: um grande, um imenso exército” (Ez 37,10). Para ele, foi “ali o Senhor começava levantar um grande, um imenso exército e viu-se o cumprimento desta palavra nos anos seguintes porque a cada ano que acontecia a vigília aumentava o numero de participantes”.

Em 2013 a Vigília passa a se chamar “Juventude Em Chamas”, tendo como característica o clamor pela graça do Batismo no Espírito Santo e, uma vez que vivemos esta experiência, o Espírito acende a chama em nossos corações para uma vida nova e nos torna capazes de com seu poder anunciar a Cristo.

Após assumir a missão de coordenar o Ministério do Jovem do Estado de São Paulo e com o surgimento no Brasil da moção Nova Geração de Carismáticos, Adriano notou que esta nova geração necessitava estar convicta de sua identidade, viu-se a necessidade de fortalecer a unidade das dioceses, retomando o “Dia D” também no formato de Vigília. Em 2015, o coordenador levou esta proposta para o núcleo estadual, onde após o discernimento, ficou decidido que seria realizada a nível estadual, sob o nome de “Juventude em Chamas”.

A implantação da vigília a nível estadual ocorreu em 2015. E, em 2016, pela segunda vez no Estado a vigília teve como tema: “É Ele que salva tua vida da morte e te coroa de bondade e de misericórdia” (Salmo 103,4), que ia de ao encontro com a moção do Ano Santo da Misericórdia, instituído pelo Papa Francisco. Em 2017, em unidade com a moção nacional, “O Espírito Santo descerá sobre ti” (Lc 1,35), resgata o convite acerca de um novo Pentecostes direcionado sobre toda a juventude do Estado.

Com informações e arte da assessoria estadual do Ministério Jovem de São Paulo.

Posts relacionados

Leave a Comment